Miscelâneas do Eu

Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno e simplório blog desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.

Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.

A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.

Nana Pimentel

segunda-feira, 3 de março de 2008

CANTIGAS DE RODA

ATIREI O P AU NO GATO
ATIREI O PAU NO GA TO TO MAS O GATO TO NÃO MORREU REU REU DONA CHICA CA ADMIROU-SE SE DO MIAU, DO MIAU QUE O GATO DEU MIAU…

PAI FRANCISCO
PAI FRANCISCO ENTROU NA RODA TOCANDO O SEU VIOLÃO DÃO RÃO RÃO DÃO DÃO [BIS] VEM DE LÁ SEU DELEGADO PAI FRANCISCO VAI PRA PRISÃO COMO ELE VEM TODO REQUEBRADO PARECE UM BONECO DESENGONÇADO.

POMBINHA BRANCA
POMBINHA BRANCA O QUE ESTÁ FAZENDO LAVANDO A ROUPA DO CASAMENTO. A ROUPA É SUJA É COR-DE-ROSA POMBINHA BRANCA É PREGUIÇOSA.


SE ESTA RUA FOSSE MINHA
SE ESTA RUA, SE ESTA RUA FOSSE MINHA EU MANDAVA, EU MANDAVA LADRILHAR COM PEDRINHAS, COM PEDRINHAS DE BRILHANTES PARA O MEU, PARA O MEU AMOR PASSAR. NESTA RUA, NESTA RUA TEM UM BOSQUE QUE SE CHAMA, QUE SE CHAMA SOLIDÃO DENTRO DELE,
DENTRO DELE MORA UM ANJO QUE ROUBOU, QUE ROUBOU MEU CORAÇÃO. SE EU ROUBEI, SE EU ROUBEI TEU CORAÇÃO TU ROUBASTE, TU ROUBASTE O MEU TAMBÉM SE EU ROUBEI, SE EU ROUBEI TEU CORAÇÃO É PORQUE, É PORQUE TE QUERO BEM.


CARROCINHA
A CARROCINHA PEGOU TRÊS CACHORROS DE UMA VEZ [BIS] TRA-LA-LA-LÁ QUE GENTE É ESSA? TRA-LA-LA-LÁ [BIS] QUE GENTE MÁ!

A BARATA
A BARATA DIZ QUE TEM SETE SAIAS DE FILÓ. É MENTIRA DA BARATA
ELA TEM É UMA SÓ. AH! AH! AH! OH! OH! OH! ELA TEM É UMA SÓ. A BARATA DIZ QUE TEM SETE SAIAS DE BALÃO. É MENTIRA ELA NÃO TEM NEM DINHEIRO PRO SABÃO. AH! AH! AH! OH! OH! OH! NEM DINHEIRO PRO SABÃO. A BARATA DIZ QUE TEM UM SAPATO DE FIVELA. É MENTIRA DA BARATA O SAPATO É DA MÃE DELA. AH! AH! AH! OH! OH! OH! O SAPATO É DA MÃE DELA.


O CRAVO E A ROSA
O CRAVO BRIGOU COM A ROSA DEBAIXO DE UMA SACADA O CRAVO SAIU FERIDO E A ROSA DESPEDAÇADA. O CRAVO FICOU DOENTE A ROSA FOI VISITAR O CRAVO TEVE UM DESMAIO E A ROSA PÔS-SE A CHORAR.


BARATA
EU VI UMA BARATA NA CARECA DO VOVÔ ASSIM QUE ELA ME VIU BATEU ASAS E VOOU. SEU JOAQUIM QUIRIM QUIM DE PERNA TORTA RO TA DANÇANDO A VALSA SA COM A MARICOTA RO TA. EU BEM QUE DISSE RI SE QUE NÃO BULISSE RI SE NO VIOLÃO DÃO RÃO DÃO DE DONA ALICE RI SE.

MEU LIMÃO
MEU LIMÃO, MEU LIMOEIRO MEU PÉ DE JACARANDÁ UMA VEZ TINDÔ LÊ LÊ OUTRA VEZ TINDÔ LÁ LÁ


CIRANDINHA
CIRANDA, CIRANDINHA, VAMOS TODOS CIRANDAR, VAMOS DAR A MEIA VOLTA, VOLTA E MEIA VAMOS DAR. O ANEL QUE TU ME DESTE, ERA VIDRO E SE QUEBROU, O AMOR QUE TU ME TINHAS, ERA POUCO E SE ACABOU. POR ISSO MENINA AGORA ENTRE DENTRO DESSA RODA, DIGA UM VERSO BEM BONITO, DIGA ADEUS E VÁ EMBORA.

MARCHA SOLDADO
MARCHA SOLDADO CABEÇA DE PAPEL! QUEM NÃO MARCHAR DIREITO VAI PRESO PRO QUARTEL. MARCHA SOLDADO CABEÇA DE PAPELÃO SE NÃO MARCHAR DIREITO CAI NA PONTA DO FACÃO.

CAI, CAI BALÃO
CAI, CAI BALÃO CAI, CAI BALÃO AQUI NA MINHA MÃO. NÃO CAI NÃO, NÃO CAI NÃO NÃO CAI NÃO, CAI NA RUA DO SABÃO.

TEREZINHA DE JESUS
TEREZINHA DE JESUS DE UMA QUEDA FOI AO CHÃO ACUDIRAM TRÊS CAVALHEIROS TODOS TRÊS, CHAPÉU NA MÃO. O PRIMEIRO, FOI SEU PAI O SEGUNDO, SEU IRMÃO O TERCEIRO FOI A QUELE A QUE TERESA DEU A MÃO. DA LARANJ A QUERO UM GOMO DO LIMÃO QUERO UM PEDAÇO DA MORENA MAIS BONITA QUERO UM BEIJO E UM ABRAÇO.

SAPO CURURU
SAPO CURURU DA BEIRA DO RIO QUANDO O SAPO GRITA OH! MANINHA É PORQUE TEM FRIO. A MULHER DO SAPO DEVE ESTAR LÁ DENTRO FAZENDO RENDINHA OH! MANINHA PARA O CASAMENTO.

MEU CHAPÉU
O MEU CHAPÉU TEM TRÊS PONTAS TEM TRÊS PONTAS O MEU CHAPÉU. SE NÃO TIVESSE TRÊS PONTAS NÃO SERIA O MEU CHAPÉU.

A CANOA VIROU
A CANOA VIROU POIS DEIXARAM VIRAR FOI POR CAUSA DE [FULANA] QUE NÃO SOUBE REMAR. SE EU FOSSE UM PEIXINHO E SOUBESSE NADAR
EU TIRAVA [FULANA] DO FUNDO DO MAR. AIRI PRA CÁ AIRI PRA LÁ [FULANA] É BELA E QUER CASAR.

POBRE E RICA
EU SOU POBRE, POBRE, POBRE DE MARRÉ, MARRÉ, MARRÉ EU SOU RICA, RICA, RICA DE MARRÉ, DE SI.
DE MARRÉ, MARRÉ, MARRÉ [BIS] DE MARRÉ DE SI. DOU OFÍCIO DE COSTUREIRA DE MARRÉ, MARRÉ, MARRÉ [BIS] DE MARRÉ DE SI. ELA DIZ QUE ACEITOU DE MARRÉ, MARRÉ, MARRÉ [BIS] DE MARRÉ DE SI.



FUI AO TORORÓ
FUI AO TORORÓ BEBER ÁGUA E NÃO A CHEI ENCONTREI BELA MORENA QUE NO TORORÓ DEIXEI. APROVEITA MINHA GENTE QUE UMA NOITE NÃO É NADA QUEM NÃO DORMIR A GORA DORMIRÁ DE MADRUGADA. Ó DONA [FULANA] Ó [FULANAZINHA] ENTRARÁS NA RODA FICARÁS SOZINHA. SOZINHA EU NÃO FICO NEM HEI DE FICAR PORQUE TENHO [FULANA] PARA SER MEU PAR. DEITA AQUI NO MEU COLINHO DEITA AQUI NO COLO MEU E DEPOIS NÃO VÁ DIZER QUE VOCÊ SE ARREPENDEU. EU PASSEI POR UMA PORTA SEU CACHORRO ME MORDEU NÃO FOI NADA, NÃO FOI NADA, QUEM SENTIU A DOR FUI EU.

PINTINHO
MEU PINTINHO AMARELINHO CATA A QUI NA MINHA MÃO, NA MINHA MÃO. QUANDO QUER COMER BICHINHO COM SEU PEZINHO ELE CISCA O CHÃO. ELE BATE AS ASAS ELE FAZ PIU-PIU MAS TEM MUITO MEDO DO GAVIÃO. [BIS]

SAMBA LÊ LÊ
SAMBA LÊ LÊ ESTÁ DOENTE ESTÁ COM A CABEÇA QUEBRADA SAMBA LÊ LÊ PRECISAVA DE UMAS BOAS LAMBADAS. SAMBA, SAMBA, SAMBA LÊ, LÊ PISA NA BARRA DA SAIA LÁ, LÁ OH! MORENA BONITA ONDE É QUE VOCÊ MORA MORO NA RUA DA PRAIA DIGO ADEUS E VOU EMBORA. SAMBA, SAMBA, SAMBA LÊ, LÊ PISA NA BARRA DA SAIA LÁ, LÁ

PEIXE VIVO
COMO PODE UM PEIXE VIVO VIVER FORA DA ÁGUA FRIA [BIS]
COMO PODEREI VIVER [BIS] SEM A TUA, SEM A TUA SEM A TUA COMPANHIA. [BIS]

PIRULITO
PIRULITO QUE BATE, BATE PIRULITO QUE JÁ BATEU QUEM GOSTA DE MIM É ELA QUEM GOSTA DELA SOU EU. ORA PALMA, PALMA, PALMA ORA PÉ, PÉ, PÉ ORA RODA, RODA, RODA CARANGUEJO PEIXE É. PIRULITO QUE BATE, BATE PIRULITO QUE JÁ BATEU QUE IMPORTA A VOCÊ QUE EU BATA SE EU BATO NO QUE É MEU.

A LINDA ROSA JUVENIL
A LINDA ROSA JUVENIL, JUVENIL, JUVENIL A LINDA ROSA JUVENIL, JUVENIL, JUVENIL VIVIA ALEGRE NO SOLAR, NO SOLAR, NO SOLAR VIVIA ALEGRE NO SOLAR, NO SOLAR. MAS UMA FEITICEIRA MÁ, MUITO MÁ, MUITO MÁ MAS UMA FEITICEIRA MÁ, MUITO MÁ ADORMECEU A ROSA ASSIM, BEM ASSIM, BEM ASSIM ADORMECEU A ROSA ASSIM, BEM ASSIM. O TEMPO CORREU A PASSAR, A PASSAR, A PASSAR O TEMPO CORREU A PASSAR, A PASSAR. O MATO CRESCEU AO REDOR, AO REDOR, AO REDOR O MATO CRESCEU AO REDOR,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!

Volte sempre!

Pesquisar este blog

Minha estante de livros!