Miscelâneas do Eu

Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno e simplório blog desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.

Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.

A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.

Nana Pimentel

domingo, 30 de maio de 2010

Receita de Mistura para Capuccino



* 80 g de café solúvel
* • 200 g de leite em pó integral
* • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
* • 200 g de açúcar
* • 1 colher (sopa) de canela em pó
* • 1 colher (sopa) de cacau em pó
* • ¼ xícara de chocolate em pó


Preparo da Receita


Coloque todos os ingredientes em um liquidificador bem seco. Bata para obter uma mistura homogênea e um pó bem fino. Guarde em vidros bem secos. Utilize misturando com água fervente.
Dica para esta receita


Fonte: Terra Culinária

Receita de Estrogonof ou fricasse


Se trocar o file por frango, temos o fricasse
    *  400 g de filé mignon
    * • pimenta-do-reino
    * • sal
    * • 1 xícara de creme de leite azedo (sour cream)
    * • 1 colher (sopa) de molho inglês
    * • 200 g de champignon fresco
    * • ½ xícara de caldo de carne forte
    * • ½ xícara de cebola picada
    * • 4 colheres (sopa) de manteiga

Preparo da Receita

Corte o filé em bifes com 1 cm de espessura, e depois corte-os em tiras. Fatie os champignons. Coloque metade da manteiga em uma frigideira grande e leve ao fogo. Quando a manteiga estiver borbulhando e bem quente, adicione as tiras de filé. Doure-as rapidamente sem mexer muito na carne para que não solte líquido. Retire a carne da frigideira e reserve. Adicione na mesma frigideira a manteiga restante. Aqueça bem e coloque a cebola. Refogue para que a cebola fique bem macia e acrescente os cogumelos. Refogue por mais 2 ou 3 minutos, regue com o molho inglês e coloque a carne novamente na frigideira. Regue com o caldo e leve à fervura. Acrescente o creme, misture bem e tempere com sal e pimenta-do-reino. Não deixe ferver novamente. Sirva.
Dica para esta receita

Fonte: Terra Culinária

Receita de Farofa de Banana



    * 5 bananas-da-terra maduras
    * • sal a gosto
    * • óleo
    * • cebola
    * • 2 xícaras (chá) de farinha de mandioca

Preparo da Receita

Descasque e corte as bananas em rodelas finas, frite-as até corar bem, reserve. Frite à parte a cebola, acrescente a farinha e o sal, mexa até corar a farinha. Coloque as bananas fritas, mexa bem e retire do fogo.
Fonte: Globo.com / Rmt Online

Receita de Iogurte


    * 3 litros de leite
    * • 1 pote de iogurte natural de consistência firme

Preparo da Receita

Coloque o leite no fogo, mexendo de vez em quando. Após a fervura, retire do fogão e espere que a temperatura chegue a 45 graus. Para saber se está na temperatura certa, coloque o dedo com cuidado. Se suportar por 10 segundos, é o ideal. Coloque o iogurte e misture levemente. Guarde num lugar aquecido (pode ser um forno quente e desligado) por 6 a 8 horas. Após esse tempo, leve à geladeira para evitar que os bacilos continuem se reproduzindo, o que deixaria o iogurte muito ácido.
Dica para esta receita

Fonte: Jornal Zero Hora

Receita de esphira



Essa receita é da Palmirinha Onofre. A massa fica ótima, igual a de lanchonetes. Fiz algumas adaptações.


Fiz só metade da receita abaixo e deu 18 esfihas grandes (do tamanho das de lanchonete). Mas faltou recheio para 4 esfihas...então as fiz aberta de ricota com requeijão de bisnaga. Todas ficaram boas. Portanto, a receita dá para umas 36 esfihas grandes (talvez seja bom aumentar um pouco o recheio). A Palmirinha diz que rende 50, mas são das menores.


Massa:
• 1 kg de farinha de trigo*
• 250 mL de água morna
• 1 copo (tipo americano) de óleo
• 1 colher (sopa) de açúcar
• 1 colher (sopa rasa) de sal
• 3 tabletes de fermento para pão (eu usei o biológico seco, tipo Fermix - 2 colheres de sopa rasas)
• 1 gema para pincelar
*: eu usei 90% farinha de trigo e 10% de semolina...sei lá, dizem que essas grandes redes usam a semolina na esfiha e eu queria experimentar! Sabe, é aquela farinha granuladinha meio amarelada, que a gente encontra em volta da esfiha do Habib's e que todo mundo pensa que é fubá...não sei dizer a diferença em usar a semolina, mas acho que dá um resultado mais profissional (maciez e leveza).
Recheio:
• 1/2 Kg de carne moída
• 1 cebola grande picada
• 2 tomates picados
• um maço de cheiro verde picadinho
• uma raminha de hortelã (opcional)
• suco de limão
• sal e pimenta a gosto (use 2 colheres de chá de pimenta síria, que dá um sabor bem paulistano - e sírio - à esfiha)
Misture tudo em um recipiente. Em seguida, escorra sobre uma peneira por 2 horas.


Massa:


É só misturar tudo e sovar bem. Guarde um pouco de farinha (ou semolina) para sovar.
Se usar o fermento fresco, dissolva antes com um pouco de açúcar e água morna.


Divida a massa em bolinhas correspondentes à cada esfiha, do tamanho que você quiser. Distribua sobre uma superfície enfarinhada e deixe descansar, cobertas com um pano, por aproximadamente 1 hora.
Depois abra com o rolo em formato redondo (use um cortador, se não conseguir) até atingir 0,5 cm de espessura. Coloque o recheio (nada de muquiranice nem de exageros, senão falta ou vaza!). Feche as pontas apertando com os dedos (sem encostar no recheio, senão não fecha) formando um triângulo. Se não apertar direito, vazará!
Eu coloco na fôrma com as pontas viradas para baixo, mas você pode deixá-las para cima. Pincele a gema. Leve ao forno pré-aquecido (200ºC) por aproximadamente 40 minutos ou até que elas corem. Não use o forno a menos de 200ºC porque senão demora muito a assar e fica dura (perde muita umidade).
As minhas ficaram um pouquinho duras logo depois de assar (eu errei a temperatura do forno), mas no dia seguinte estavam super macias. Gostei bastante desta massa.

Receita de Esfiha Aberta e Fechada



Extraído do programa -Receita Minuto


Importante: prepare o recheio antes da massa.
Ingredientes Massa
1 kg de farinha de trigo mais 1/2 kg de farinha à parte
2 colheres (de sopa) de margarina vegetal
120g a 150g de fermento biológico
1 xícara (de chá) de açúcar
3 colheres (de chá) cheias de sal
1/2 litro de água morna
1xícara (de chá) de óleo para untar as assadeirasRecheio de carne:
1kg carne moída 2 vezes (capa de filé)
1kg tomates
1kg cebolas
suco de 2 limões
2 colheres (chá) sal
2 colheres (sopa) pasta de gergelim (tahine) ou um copo de iogurte natural
pimenta-do-reino à gosto
pimenta síria à gostoRecheio de verdura:
1 maço escarola
1 maço espinafre
2 cebolas grandes picadas
2 limões espremidos
3 colheres (sopa) azeite de oliva
2 colheres (chá) sal
3 colheres (sopa) uvas passas
3 colheres (sopa) nozes picadas
Modo de Preparo Recheio
Pique bem ou passe pelo processador: os tomates e as cebolas.
Adicione a carne e tempere com os ingredientes restantes.
Misture bem e deixe descansar na geladeira por 1 hora.
Por fim, escorra o recheio numa peneira para tirar o excesso de líquido.
Massa
Num recipiente, coloque o quilo de farinha e faça um buraco no meio.
Coloque o fermento a margarina, o sal, o açúcar e complete o buraco com uma parte de água morna.
Faça uma pasta com as mãos, misturando todos os ingredientes.
Adicione o restante de água e misture tudo com a farinha até obter uma massa mole.
Vá completando com a farinha que estava à parte para endurecer e sove a massa.
A partir do momento em que a massa descolar das mãos, ela estará pronta.
Deixe descansar num recipiente coberto com um pano por 30 min.
Passo a Passo
Corte um pedaço da massa e, na mesa faça um rolo ou cilindro com as duas mãos, com aproximadamente 5cm de diâmetro.
Corte várias fatias de 1.5cm cada deste cilindro e coloque-os numa assadeira untada com óleo, deixando 2cm de distância entre uma e outra.
Molhe os dedos com óleo de cozinha e aperte as fatias formando assim vários círculos.
Coloque uma colher (de sopa) de recheio em cada círculo e aperte novamente do centro para as extremidades, formando assim a esfiha.
Asse em forno elétrico a 300o C por 10 minutos ou num forno a gás por 30 minutos.

Receita de Mocotó


    *  3 kg de mocotó de boi
    * • pimenta-do-reino a gosto
    * • sal a gosto
    * • ½ maço de coentro
    * • óleo
    * • 1 kg de feijão branco
    * • 4 folhas de louro
    * • ½ colher (sopa) de alho
    * • 100 g de bacon
    * • 4 litros de água
    * • 2 colheres (sopa) de caldo de galinha
    * • 1 colher (sopa) de colorau
    * • 80 g de cebolinha verde picada
    * • 1 pimentão vermelho
    * • 1 pimentão verde
    * • 200 g de tomate pelado
    * • 100 g de cebola picada

Preparo da Receita

Corte o mocotó em pedaços, junte todos os temperos em uma panela bem quente e com óleo, coloque a água e deixe por 1h30. Depois de cozido, retire os ossos e reserve a metade.

Bata uma das metades no liqüidificador até virar creme e reserve a outra. Misture as duas partes e acrescente o feijão branco cozido em água.
Dica para esta receita

Fonte: Terra Culinária/chef Antônio Cavalcante-peternelli Ristorant

sexta-feira, 28 de maio de 2010

PENSAR E AGIR

Os homens distinguem-se entre si também neste caso:
alguns primeiro pensam, depois falam e, em seguida, agem;
outros, ao contrário, primeiro falam, depois agem e, por fim, pensam.
Leon Tolstoi


Fiquei pensando sobre minha própria postura. E realmente, eu muitas vezes sou dessas pessoas que não pensam antes de agir. Precipitadamente eu ajo depois eu penso. Na maioria das vezes não obtenho sucesso.
Na verdade, as pessoas quando aprendem a planejar, tem muito mais sucesso em seus objetivos do que aqueles que como eu, agem antes desse agir.
Bom, tô falando tudo isso, porque sempre há tempo para mudar. As mudanças já são o primeiro passo dessa aprendizagem, pois é preciso planejar como será feita a mudança.

DESCOBRIR O QUE ACONTECIA QUANDO VC NASCEU




Se você quer descobrir o que aconteceu no dia em que você nasceu, que seu filho casou, que você conheceu o amor de sua vida, procure no site:

www.ponteiro.com.br é um site que ao ser inserido o ano ou data, ele mostra o que estava acontecendo.

quinta-feira, 27 de maio de 2010

PMDB


 PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASIEEIRO - PMDB


>   REGISTRO PROVISORIO.

O PMDB, representado por sua comissão diretora nacional provisória , na data de 11.4.80, requereu a esta egrégia Corte, mediante petição protocolizada sob nº 1203/80, o pedido de seu REGISTRO PROVISÓRIO, o qual originou o PROCESSO DE REGISTRO 31, deferido em sessão de 6.5.80, nos termos da Resolução/TSE nº 10.841, publicada no Diário da Justiça de 11.6.80.

>   REGISTRO DEFINITIVO.

Dentro do prazo legal, de doze meses, previsto na Lei nº 5.682/71, o PMDB, em  petição protocolizada sob nº 1360/81, por intermédio do seu ainda presidente nacional o Sr. Ulysses  Guimarães, requereu a concessão do seu REGISTRO DEFINITIVO, da qual originou o PROCESSO DE REGISTRO
38, sendo o mesmo deferido em sessão do dia 30.6.81, nos termos da Resolução/TSE nº 11.042, publicada no
Diário da Justiça de 8.8.81.

>   ADAPTAcAO DO ESTATUTO A EEI N° 9.096/95.

Com o advento da Lei nº 9.096, promulgada em 19 de setembro de 1995, que inaugurou uma nova fase de vida partidária nacional, passando a tratar da organização e criação de novas agremiações partidárias,  os  partidos  que  se  encontravam  com  registros  provisórios  deferidos  pelo  Tribunal  Superior Eleitoral, ainda, pela égide da já revogada Lei nº 5.682/71, foram obrigados  a adaptar seus estatutos em conformidade com essa nova lei.

Em razão desta, o novo presidente do PMDB, o Sr. Paes de Andrada requereu, junto a este eggio  Tribunal  Superior,  a  adaptação  do  estatuto  partidário,  mediante  expediente  protocolizado  sob nº 6723/96, o qual originou a PETIcAO 128, sendo a mesma deferida em sessão de 23.5.96, nos termos da Resolução/TSE nº 19.563, publicada no Diário da Justiça de 11.6.96.


Volte sempre!

Volte sempre!

Pesquisar este blog

Minha estante de livros!