Miscelâneas do Eu

Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno e simplório blog desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.

Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.

A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.

Nana Pimentel

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

DOCES DA INFÂNCIA

E os doces:

Hummm....delicinha!
Lembro do sorvete “quente”. Era uma casquinha com uma Maria-mole colorida e um anelzinho de plástico da “venda” perto da casa do vô Antenor. Quando eu e minhas primas estávamos na casa dele, ao anoitecer, ele sempre nos levava na venda pra comprar o sorvete quente. Ai, que saudade.

E as latas redondinhas de dois litros de sorvete da Kibon. As latas eram lindas e decoradas.



As vezes o pai e a mãe compravam o Chantibon, um chantilly gostoso que vinha em um potinho. Não sei se ainda existe.



O sorvete Fura-Bolo da Gelatto com formato de uma mãozinha apontando para cima e sabor morango, era super gostoso, parecia suco congelado.



Logo depois, surgiu o Cornetto que existe até hoje.



Eu tinha um coleção de anéizinhos dos chicletes Ping-Pong e adorava comprar Chiclete Ploc com figurinhas de lamber e tatuar o braço e as pernas. Minhas professoras é que detestavam pois meus colegas e eu ficávamos fazendo bolas e estourando na sala de aula.





Outra coisa bem legal eram as máquinas de padaria que colocávamos uma moeda e caia uns chicletes coloridos no formato de bolinha! Essa ainda tem por ai.


Bah, lembrei dos Mentex, um tipo de drops de hortelã bom a beça.



Lembra das Mastiguinhas, aquelas vitaminas para criança que pareciam balinha e a mãe sempre dizia que aquilo era remédio e só podia tomar uma por dia?



E os saleiros do sal Cisne, alguém lembra como eram lindos os bonequinhos com chapéu azul ou vermelho com o corpinho em forma de ovo?



Alguém lembra das moedinhas douradas de chocolate que eram muito legais pra brincar de dinheirinho? Eu dificilmente queria come-las porque era mais divertido brincar de banco com elas.



Cigarrinho de Chocolate Pan – eu adorava brincar que fumava igualzinho a tia laine. Rsrsrs. Ainda bem que não me empolguei e comecei a fumar.



Tinha também o Ki-Suco em pacotinhos que deixavam a língua colorida quando tomávamos. Vinha também em uma jarrinha plástica com um sorriso.




Os refrigerantes tinham rótulo de papel e a tampinha de metal com pedaço de cortiça. Mais tarde era um plástico transparente com desenhos da Disney.

Jujubas que sempre eram muito boas e de todos os tipos como:
As balas Soft que eu amava eram redondinhas. O problema é quando engolíamos inteira porque deslizavam pela garganta causando uma sensação nada agradável.



A bala de Banana quadrada que tinha açúcar cristalizado na volta e embaladas em papel.



Balas Banda – essas balinhas eram umas tripinhas cheias de balinhas quadradinhas e coloridas.

Coração de Abóbora e Batata que eram gostosíssimos.




Tinha as PEZ, umas pastilhinhas que vinham com um recipiente de plástico com uma cabeça de personagem. A gente puxava a cabeça e a pastilha saia.

O Quebra-Queixo que era divertido por ser muito muito duro




A Maria-Mole tinha na cor rosa ou azul.



Tem um a receitinha tri fácil:
Ingredientes e Preparo:
2 xícaras (chá) de açúcar;
1 xícara (chá) de água;
4 claras batidas em neve (firmes).
1 embalagem de gelatina incolor sem sabor;
1 xícara (chá) de coco ralado.

Modo de preparar a massa:
1.Leve ao fogo o açúcar com a água e ferva por cerca de 10 minutos.
2.Bata as claras em neve (firmes) e junte a calda quente, aos poucos, sem parar de bater.
3.Acrescente a gelatina, previamente amolecida com 1/2 xícara (chá) de água dissolvida em banho-maria, batendo por mais alguns minutos.
4.Espalhe em uma assadeira média (cerca de 22x35 cm) untada e leve à geladeira por 3 horas, no mínimo.
5.Corte em quadrado (cerca de 4 cm de lado) e passe, uma a um, no coco ralado.
Rendimento: 40 unidades


Chupetinha vermelha feita de açúcar queimado que depois da escola era uma delicia no caminho de casa.

domingo, 2 de agosto de 2009

Os desenhos animados e programas dos anos 70 e 80

Os desenhos animados e programas voltados para a criança sempre preencheram um espaço na imaginação das crianças e de adultos. Hoje, estou recordando alguns que marcaram demais meus dias de criança.

O Globinho era um programa infantil que eu adorava
GLOBINHO -primeira abertura em 05/04/1979


“Mio e Mao” era um desenho sensacional que passava na TV Globinho.


No programa do Daniel Azulay, ele ensinava as crianças a desenhar. Eu,aos meus 6 anos, sempre deixava pronto minha caixinha de giz de cera e caderno de desenho que a mãe e o pai traziam a cada compra no supermercado para meus novos desenhos.



Tinha um show de bonecos na TV chamado Muppet Show. Era muito legal ver o Caco, um sapo que namorava a porquinha Pig, o Fonzie que era um urso que contava piadas, o Gonzo, o Cozinheiro Sueco, e os outros monstrinhos.



Tinha a Vila Sésamo



Um desenho da tv muito legal também, era Barbapapa, uma família feita de massinha. A família era: Barbapapa (rosa), Barbamama (preta), Barbaclic(azul), Barbacuca(laranja), Barbazoo (amarelo), Barbatinta (preto-peludo), Barbalala(verde), Barbaploc (vermelho), Barbabela (lilás).
Barbapapa em português (abertura)


Na minha infância, no tempo do Sítio do Picapau Amarelo, eu vivia no mundo de sonhos a cada episódio. Não tinha parte ruins. Tudo era sonho ali. Sítio do Picapau Amarelo passava na globo e sempre eu sonhava em ser a Narizinho. Quando brincava que era a Emília, raramente, sempre testava a palavra mágica: “PIRLIMPIMPIM” mas nunca deu certo. Será que esqueci alguma coisa?



Aliás nessa mesma época treinei outras palavras e gestos mágicos. O balançar do rabo de cavalo da Jeannie, a mexida de nariz da Feiticeira, as palavras mágicas do filme Se Minha Cama Voasse que era esse: tricuna macoides tricoides sents diz. O que é isso? Não tenho a mínima idéia.

O desenho do Papa-Léguas se passava nos canyons do deserto americano. Lá, um lobo tentava pegar o veloz Papa-Léguas de forma bem “tecnologica”, usando engenhocas. Tinha umas plaquinhas que o lobo mostrava quando em precipícios com frases mais ou menos assim: "Help", ou "Por favor terminem o desenho !"Claro, nunca dava certo e o Papa-léguas fugia piando um debochado Meep Meep.


O desenho do Pepe Legal era no velho Oeste americano. E, o Pepe, um cavalo que achava ser esperto, tentava prender bandidos mas nunca dava certo e o burro Babalu tinha que ajudá-lo. Em alguns desenhos o Pepe findia ser um herói chamado El cabong e usava um violão pra fazer um cabong nos bandidos.


O desenho do Pernalonga era de um coelho muito esperto, sempre perseguido ou caçado por alguém. Ele sempre tentava tirar algum proveito e aproximavasse, enquanto mastigava sua cenoura, do caçador dizendo: O que é que há Velhinho?


Não podia faltar falar do desenho do Tom e Jerry. Era um gato que vivia atrás de um gato. O grande problema era para o Tom que vivia machucado nas suas caças e receoso do amigo do Jerry, um cão chamado Spike.


O desenho do Zé Colméia tinha coisas engraçadíssimas como os ursos roubando as cestas dos piqueniques do parque Yellow Stone. O Zé Colméia se esforçava pra enganar o Guarda do Parque que avisa todo mundo: "Não alimentem os ursos !"
Nesse desenho tinha um pequeno e bem correto, o Catatau que tentava em vão dar bons exemplos ao Zé.



Lembro também do desenho do João Grandão que eram um cachorro que dirigia uma Van com um gorila em cima.


O desenho do Bacamarte e Chumbinho era um desenho de gato caçando rato com espingardas!


O desenho do Manda Chuva era um grupo de gatos moradores de um beco e chefiados pelo esperto Manda Chuva. Ele montava varios planos para conseguirem comida e conforto mas sempre o Guarda Belo atrapalhava com suas rondas no local e desconfianças sobre as atitudes do Manda Chuva. Esse gato espertíssimo tinha uma frase clássica quando chamava os outros gatos para suas reuniões de planejamento em todos os desenhos: - "Gênio você cuida das guloseimas; Bacana, traga algumas garotas; Chuchu e Espeto cuidem dos panfletos; Batatinha... segure isso pra mim !"

Volte sempre!

Volte sempre!

Pesquisar este blog

Minha estante de livros!