Miscelâneas do Eu

Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno e simplório blog desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.

Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.

A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.

Nana Pimentel

sábado, 14 de janeiro de 2017

Comédias Brasileiras de Verão

Em Comédias Brasileiras de Verão, Luis Fernando Veríssimo coloca uma lupa sobre o dia a dia da classe média nacional, quando ela sai de férias e afloram seus desejos e obses-sões. Ao analisar as ambiguidades humanas, o gaúcho, com seu olhar bem-humorado, revela as fraquezas nossas de cada dia. O resultado é um raio X crítico, mas muito divertido, da famí-lia brasileira. Por exemplo: uma mulher se depara com um sujeito deprimido em um bar e deci-de arrastá-lo para o seu apartamento. 'Sabe que você, péssimo, fica ótimo?', diz ela. Um mari-do resolve abandonar sua esposa e casar com outra. O que o leva a tomar essa decisão não é a beleza da sua nova amada, e sim... a omelete que ela sabe preparar.


Estes são alguns dos personagens irresistíveis encontrados em Comédias Brasileiras de Verão. Tímido, o autor só parece descontraído na capa dos seus livros. Tudo que ele não fala, todas as observações que não faz em público, porém, formam a matéria dos seus textos impagáveis, que retratam existências deliciosamente banais, marcadas por paixões e ódios, vícios e extravagâncias

Autor Luís Fernando Veríssimo

Retirado do site da livraria Saraiva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!

Volte sempre!

Pesquisar este blog

Minha estante de livros!