Miscelâneas do Eu

Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno e simplório blog desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.

Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.

A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.

Nana Pimentel

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Os amigos



Um certo dia, as amigas do louva-Deus que são a formiga, rã, e um canarinho que bateram na porta e ninguém abriu . Bateram de novo e o louva-deus abriu a porta. Perguntaram para ele que  queria ir para a beira do mar e dai o louva-deus respondeu.
         - Vou junto sim. Assim eu paro de ficar só dormindo.
        E daí, elas foram para a beira do mar. A Ra falou
       -Vamos ir comer alguma coisa? Elas foram comer num restaurante alguma coisa. Pediram, sanduiches de salada mas o canarinho falou.
   - Mas nos não podemos comer sanduiches, nos somos animais.
 
 
E daí, eles foram embora e resolveram ir para as lojas fazer compras que os armários estavam vazios.
 
E, voltaram para casa uma tinha mais que a outra de tanta as sacolas de compras.                
 
 
José N.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!

Volte sempre!

Pesquisar este blog

Minha estante de livros!