Miscelâneas do Eu

Expressar as ideais, registrar os pensamentos, sonhos, devaneios num pequeno e simplório blog desta escritora amadora que vos fala são as formas que encontrei para registrar a existência neste mundo.

Não cabe a mim julgar certo ou errado e sim, escrever o que sinto sobre o que me cerca.

A única coisa que não abro mão é do amor pelos seres humanos e incompreensão diante da capacidade de alguns serem cruéis com sua própria espécie.

Nana Pimentel

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Oh vida!


GIOVANA
            Um dia, eu um rato fui assaltar a geladeira. Assim sabe, um queijinho aqui outro ali, bem assim enchendo minha barriguinha.
          Ouvi a madrasta de Cinderela falar de um baile. Não aguentando a curiosidade fiquei ouvindo a conversa. A madrasta da Cindi é uma bruxa do mal. Disse pra ela que suas irmãs iam ao baile mas ela não podia. Ela me deixou muito brabo. 

            Quis dar um tapa nela mas, com meu tamanho  não haveria como.  Foi então que resolvi ir no quarto da Cindi. Vi que ela tava chorando. Nesse momento eu fui corajoso, fui até ela prometi pra ela que iria ao baile . Não sabia como ia cumprir a promessa, mas consegui fazê-la parar de chorar.
Incrível, foi feito, a Cindi foi ao baile. A madrinha dela apareceu e deu um jeito nas coisas. Só fico nervoso de lembrar o fim do baile. Na hora que bateu meia-noite no relógio, virei rato de novo. Uma hora eu conto o que eu era. Bom, tudo acabou bem apesar disso. Afinal, a Cindi se casou com o príncipe e viveram felizes para sempre.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Volte sempre!

Volte sempre!

Pesquisar este blog

Minha estante de livros!